Compartilhar no Facebook   Compartilhar no Twitter   Compartilhar no Orkut  

11/05/2009

Clicando na imagem você verá a versão na melhor resolução.


Quarenta Mil Origens de Meteoros Espalhadas pelo Céu
Créditos e direitos autorais : SonotaCo Network, Japan

Explicação: De onde vêm os meteoros? Os meteoros visíveis são tipicamente gelo e pedra do tamanho de grãos de areia que em algum momento se fragmentaram de um cometa. Muitas chuvas de meteoros têm sido associadas a cometas conhecidos, apesar de algumas intrigantes chuvas órfãs existirem. Recentemente, um grupo de entusiastas de meteoros criou uma rede de mais de 100 câmeras de vídeo colocadas em 25 localidades bem separadas, espalhadas pelo Japão. Esta rede sem precedentes não somente gravou 240.000 meteoros opticamente observáveis ao longo de dois anos, como também quase 40.000 meteoros vistos em mais de uma estação. Estes eventos observados em mais de uma localidade são particularmente interessantes, pois eles permitiram aos observadores extrapolarem as trajetórias dos meteoros de volta ao Sistema Solar. O mapa de radiantes resultante pode ser visto acima, com muitas chuvas de meteoros bastante conhecidas identificadas pelas três primeiras letras da sua constelação de origem. Além das chuvas de meteoros conhecidas, onze novas chuvas foram identificadas por novos radiantes no céu de onde os meteoros parecem fluir. O céu de meteoros está em constante mudança, e é possível que novos radiantes apareçam no futuro. Pesquisas como esta têm ainda o potencial de identificar cometas ou asteróides antes desconhecidos e que possam um dia passar perto da Terra.  
 
Imagem de amanhã: nuvens de cores estranhas
 

Autores & editores: Robert Nemiroff (MTU) & Jerry Bonnell (UMCP)
NASA Official: Phillip Newman Specific rights apply.
NASA Web Privacy Policy and Important Notices
A service of: ASD at NASA / GSFC
& Michigan Tech. U.

Tradução - Grupo APOD-Brasil
Envie e-mail à equipe do APOD Br

Aviso: Apenas esta página está em português.
Os demais links externos encontram-se em seus idiomas originais

Site Original em Inglês:

eXTReMe Tracker